Páginas
Facebook
Categorias:

O mais importante do Grenal

Foi o primeiro gol que mudou a cara do jogo, devolveu o Grêmio ao segundo tempo com uma vantagem que arrefeceu o ânimo do Inter e propiciou preciosos contragolpes. Não só por isso: a troca de passes foi algo fantástico. Luan verticaliza com classe ao ver Ramiro entrando livre e este, ao invés de chutar contra a saída de Lomba – como qualquer um faria –, prefere um cruzamento que vence toda a defesa e encontra exatamente alguém que, Ramiro sabia, estaria lá: Everton. Lance de categoria? Sim. E, principalmente, de entrosamento.

Enquanto André não joga…Jael!

Lomba pensou que, daquela distância, um atacante que perde gol na pequena área não seria uma ameaça. Errou: dali tem espaço para a bola cair e entrar logo abaixo do travessão, depois de vencer a barreira. Esta, aliás, tinha apenas quatro jogadores colorados, que de tão descrentes mal ensaiaram um pulinho quando a bola passou. Mas nada disso tira o mérito de Jael, autor de um chute perfeito que decidiu o jogo e de uma assistência clássica de pivô para Arthur fechar a conta.

Já virou humilhação

Ora, um time vem da série B, joga desfalcado de dois atacantes, perde para o atual campeão da Libertadores e o mundo acabou? Não, mas quase. A explicação está no outro lado, não no Inter, reconhecidamente inferior ao Grêmio, individual e coletivamente. A humilhação? Bem, quando o Tricolor, envolvido com Recopa e Libertadores, corria risco de não se classificar no Gauchão, ou até de ser rebaixado, Renato Portaluppi decretou: “Fiquem sossegados, uma vaga é nossa, logo a gente resolve isso”. Não apenas resolveu como está eliminando o rival – e muito cedo.

Um leão por dia

Amanhã tem outro leão para ele: é obrigado a vencer o Grenal, sob pena de entrar em crise e balançar no cargo. Falo de Odair Hellmann, que teve seu nome anunciado após negativas de vários outros técnicos. Comprou a bronca, vem tirando do time quase tudo que ele pode dar, só não conseguiu evitar duas derrotas contra uma equipe superior à sua. O que preocupa é que, em menos de um mês, estará jogando o Brasileirão e terá decidido sua continuidade na Copa do Brasil – e o Vitória certamente dará trabalho. O elenco do Inter será esse mesmo?

Pitacos

*** Um teste forte para a seleção de Tite: Rússia, lá mesmo no país da Copa, sexta-feira. Programe seu almoço: para nós o jogo começa às 13h.
*** Fora o Grenal, um golzinho aqui, outro ali e está tudo indefinido quanto às outras três vagas do Gauchão.
*** Quando Dourado apareceu, deslumbrou. Até Arthur surgir no Grêmio, com características semelhantes, só que melhor. O Inter sonhava ganhar uma fortuna com sua revelação, mas foi na Arena que o Barça bateu. Que fase…
*** André finalmente chegou a Porto Alegre, após longa novela para sua contratação. A exemplo do que ocorreu com Jô, ex-colega de balada em Belo Horizonte, espera-se que seja um dedicado profissional. Talento ele tem.

Deixe uma resposta para % s

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *