Páginas
Facebook
Categorias:
Menu fantástico, quase impronunciável

Menu fantástico, quase impronunciável

Se os nomes das iguarias já trazem dificuldades aos leitores, imagine as receitas. A entrada, manipulada pelas delicadas mãos de José Reinaldo Ritter, foi Eintrag Zum Maniok Püree; o principal, assinado por Rogério Gheller Alves, era um Schweinebraten, feito com Schweine krusten (nuca de porco com a pele), servido com Krautsalat e Kartoffelknödel .
Eu já pensava em convocar alguém fluente em alemão, quando anunciaram a sobremesa, apresentada por João Beal Vargas – um honesto pudim de laranja. Essa é fácil, avaliei.
Até pode ser, mas atente para o grau de exigência do autor: o leite é da vaca Mimosa, que vive no sítio e vem na janela alimentar-se na mão dele; os ovos são de galinhas que têm nome, sobrenome e CPF, precisam ser postos em dias e horários predeterminados, de acordo com o horóscopo de cada uma. As laranjas são apanhadas no pomar, escolhidas criteriosamente – a cada centena ele separa duas, no máximo três.
Desisti de anotar as observações, limitei-me a degustar o delicioso purê, a preciosa nuca do Salviano – sim, era o nome do porco, criteriosamente escolhido, levado ao frigorífico e abatido com honras paramilitares –, os germânicos acompanhamentos e o pudim, com seu invejável pedigree.
Verdade que os confrades do Juvenil Club Gourmet andam um tanto preguiçosos na hora de redigir suas receitas. Contudo, têm merecido aplausos pelo capricho na seleção dos ingredientes e nas preparações.
Estarei na Flórida no próximo jantar (dia 31), mas em agosto vou assumir forno e fogão, na companhia do neurocirurgião Nilo Monteiro Lopes. Ambos prometemos executar as receitas com precisão cirúrgica.
E redigi-las com os mesmos cuidados. Até!

ALJ_Club_Gourmet- NUCA DE PORCO

ALJ_Club_Gourmet-PURÊPUDIM_ALJ_Club_Gourmet-168

Deixe uma resposta para % s

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *