Páginas
Facebook
Categorias:
Desordem com data marcada

Desordem com data marcada

CERVEJA

Depois de um verão tranquilo, Porto Alegre retomou seu ritmo apressado e, muitas vezes, sem respeito algum aos direitos de seus cidadãos. Moradores da Cidade Baixa continuadamente sofrem com bagunça e arrastões aos fins de semana.

Agora, hordas de vendedores ambulantes de cerveja, flanelinhas, beberrões e toda a sorte de indesejáveis ameaçam, com data marcada, invadir Parcão, Praça Maurício Cardoso, Rua Padre Chagas e adjacências em uma noite de sábado, para homenagear Saint Patrick. A Cúria Metropolitana não oficializa os festejos, mas…

A Prefeitura da Capital, advertida por comerciantes da região que desejavam organizar o tal evento – “Vai sair de qualquer jeito” –, admite autorizar o uso de tais logradouros e até o terreno de um estacionamento, que de um dia para outro receberá alvará de bar!

A Brigada Militar não se manifesta sobre a manutenção da ordem, os moradores protestam e não são ouvidos. Talvez as autoridades – se existem – aguardem reações como a que ocorreu em Garibaldi, onde carros de alguns caipiras, com som a todo volume, foram alvos de tiros, disparados – acredita-se – pela vizinhança, inconformada com a constante baderna.

Moradores do Moinhos de Vento, sitiados. E o Sambódromo lá, às moscas. O Largo Glênio Peres e o Anfiteatro Pôr do Sol, desertos à noite. Por que a festa não acontece naqueles espaços, ou somente dentro dos bares? Tem de ser sob as janelas de moradores de um bairro ordeiro, que pagam altos impostos?

Que Porto Alegre é essa? Cadê o Poder Público? O Rio é aqui?

Deixe uma resposta para % s

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *